DIABETES SEM CONTROLE PODE CAUSAR CEGUEIRA

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, existem 12,5 milhões de brasileiros que convivem com a doença. O país ocupa o 3º lugar do mundo em casos de diabetes tipo 1 (quando a pessoa já nasce com diabetes).

A diabetes é uma doença crônica na qual o organismo não consegue produzir insulina ou não consegue utilizar adequadamente a insulina produzida. A insulina é um hormônio que ajuda o organismo a absorver a glicose, sua falta faz com que o nível de glicose presente na corrente sanguínea seja elevado, causando sérios problemas em todo o organismo.

A CEGUEIRA É UMA DAS PRINCIPAIS COMPLICAÇÕES

Uma das principais complicações das diabetes é a RETINOPATIA DIABÉTICA (RD), maior causa de cegueira em pessoas jovens no MUNDO. Pesquisas indicam que uma em cada três pessoas com diabetes apresentam algum grau de retinopatia na visão. A evolução desse quadro pode significar perda permanente da capacidade visual.

A RETINOPATIA DIABÉTICA NÃO PROLIFERATIVA

A RD não proliferativa é o estágio inicial da diabetes nos olhos. Nessa fase, os microaneurismas, hemorragias e vasos sanguíneos obstruídos presentes na retina causam deficiência de suprimentos, oxigênio e nutrientes para as células responsáveis pela nossa visão. Com o tempo, a situação pode se agravar, afetando partes importantes da retina como a mácula, responsável pela visão central e percepção de cores e nitidez.

RETINOPATIA PROLIFERATIVA

Fase mais avançada da RETINOPATIA DIABÉTICA, é caracterizada pela formação de neovasos causados pela obstrução dos vasos sanguíneos, que impedem o fluxo de sangue nas áreas afetadas.

Os neovasos são frágeis e crescem de forma desordenada. Apesar de seu surgimento não apresentar sintomas aparentes, eles podem romper-se facilmente, causando hemorragias e até mesmo o descolamento da retina, uma condição muito grave, que pode causar cegueira.

Além disso, a retinopatia diabética pode causar hemorragia vítrea, edema macular e glaucoma neovascular.