Dr. João Guilherme de Moraes participou em São Paulo do Expertmeeting, uma reunião realizada com profissionais selecionados para troca de experiências, casos clínicos, novidades e inovações sobre o medicamento Lucentis (ranibizumab).

Dr. João Guilherme em evento sobre o medicamento Lucentis
Dr. João Guilherme em evento sobre o medicamento Lucentis

A medicação é indicada para o tratamento da degeneração macular relacionada a idade neovascular (exudativa ou úmida).

Degeneração macular relacionada à idade (DMRI) é a principal causa de perda visual em pessoas com mais de 50 anos. Há dois tipos de degeneração macular: seca e exsudativa. Na forma exsudativa, vasos sanguíneos anormais crescem na parte posterior do olho, extravasando fluido ou sangue, causando distorção ou borramento da visão. Sem tratamento, a perda da visão pode ser rápida e severa.

Lucentis contém a susbstância ativa ranibizumabe, que é  parte de um anticorpo. Como anticorpo, ele se liga seletivamente a uma proteína chamada fator de crescimento endotelial ou VEGF-A,  inibindo o crescimento dos vasos anormais responsáveis pela DMRI. Também atua reduzindo o edema de mácula.

Desenvolvido especificamente para uso ocular, Lucentis é utilizado para tratamento da forma exsudativa da Degeneração Macular relacionada à idade. Embora alguns pacientes apresentem melhora da visão, o objetivo primeiro do tratamento é impedir a progressão da perda visual.

Segundo o Dr. João Guilherme de Moraes manter-se atualizado é fundamental para oferecer sempre um tratamento mais seguro e eficiente aos pacientes, considerou que o evento foi produtivo e instrutivo para todos os presentes.

Marque sua consulta em nossa clinica pelo telefone (41) 3242-0108