Você já ouviu falar em injeção intravítrea?

A visão é um sentido importante para o ser humano, já que ela facilita a realização de tarefas do dia a dia e permite uma melhor ambientação em cada espaço.

Muitas doenças oculares prejudicam a visão, mas as doenças que afetam o fundo do olho (RETINA) são consideradas mais graves e severas, uma vez que essa parte do olho é responsável direta pela formação da nossa visão.

As injeções intravítreas consistem na aplicação de medicamentos diretamente no vítreo (regiao interna do olho), aumentando a eficácia da ação dos medicamentos utilizados no tratamento de doenças que afetam a retina.

O que são os medicamentos ANTIANGIOGENICOS?

Os Antiangiogênicos, também conhecidos como anti-VEGF, são medicamentos capazes de bloquear o fator de crescimento endotelial (VEGF). Esse fator é responsável pela formação de novos vasos sanguíneos, mas quando essa formação de novos vasos acontece de forma exagerada (geralmente causada por alguma doença), esses novos vasos se tornam um problema. Esses neovasos, como são chamados, são mais finos e frágeis, se rompendo facilmente e causando hemorragias.

Portanto, o uso dos medicamentos ANTI-VEGF pode interromper o surgimento de novos vasos, controlando muitas doenças que afetam a retina.

Inicialmente, esses medicamentos não eram utilizados no tratamento de doenças oculares, porém, por meio de inúmeras pesquisas e ensaios clínicos, comprovou-se sua eficácia no tratamento de doenças como a DMRI (Degeneração Macular Relacionada à Idade).

Atualmente, já existem no mercado substâncias desenvolvidas para uso específico na oftalmologia, o que tem tornado o procedimento ainda mais seguro e eficaz.