A retina é uma parte muito importante do olho, sua principal função é transformar o estimulo luminoso em impulsos elétricos e enviar essa informação para o cérebro, que irá processar a informação e formar as imagens.

Isso tudo ocorre de forma extremamente rápida e qualquer alteração nesse processo pode prejudicar nossa capacidade visual. Dessa forma, as doenças que afetam a retina são caracterizadas por sua gravidade, já que causam redução da visão ou até mesmo a cegueira.

Felizmente, inovações como medicamentos antiangiogênicos, que são capazes de impedir o avanço de doenças como a DMRI (Degeneração Macular Relacionada à Idade), vêm contribuindo para melhorar a eficácia dos tratamentos das doenças da retina.

Nesse momento, a grande novidade no tratamento de doenças da retina é a cirurgia com tecnologia 3D, na qual equipamentos de última geração possibilitam a visão tridimensional dos tecidos do fundo do olho. Essa tecnologia está impactando de forma muito positiva as cirurgias da retina. O Dr. João Guilherme Moraes explica que a cirurgia de retina 3D aumenta a segurança e a eficácia do procedimento, uma vez que permite foco mais nítido e melhor percepção de profundidade durante a cirurgia, detalhes que fazem muita diferença nos resultados.

A cirurgia é visualizada numa tela de 50 polegadas com tecnologia 3D. Como óculos especiais são utilizados para obter a percepção do efeito tridimensional, na cirurgia de retina 3D todos os médicos da que acompanham o procedimento têm a mesma visão do cirurgião, o que aumenta a eficiência da cirurgia.