Algumas doenças muito severas, como a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), atingem a região da retina, mais especificamente a mácula, uma parte importante do olho e responsável pela formação da visão central. Por meio da aplicação de medicamentos na região afetada é possível impedir o avanço da doença e até melhorar a visão do paciente.

A aplicação de medicamentos antiangiogênicos é realizada por meio do procedimento conhecido como Injeção intravítrea. Ao injetar o medicamento direto na região afetada, é possível obter melhores resultados no tratamento da DMRI e outras doenças.

Segundo o Dr. João Guilherme Moraes, diversas pesquisas no mundo provaram a eficácia do tratamento e os casos atendidos pelo médico têm a mesma taxa de sucesso identificada nas pesquisas. O procedimento é seguro e indolor. Realizado em ambiente cirúrgico, oferece segurança e qualidade.

A degeneração macular relacionada à idade, que geralmente atinge pessoas com mais de 50 anos, pode causar a perda da visão central, prejudicando muito a visão do paciente. Existem dois tipos de DMRI, o tipo exsudativa (úmida) e a DMRI seca. A diferença entre as duas é que na DMRI úmida ocorre hemorragia ocasionada pelo crescimento de vasos sanguíneos anormais na região da mácula.

O tratamento com injeção intravítrea tem eficácia somente para a DMRI exsudativa (úmida). Tratamentos para a DMRI seca ainda estão em fase de pesquisas.