Rua Bispo Dom José, 2711 Seminário - Curitiba/PR
Seg-Sex: 08:00 - 18:30
18 maio 2014

Injeção intra-vitrea de medicamentos anti-VEGF – dr. João Guilherme de Moraes

A expectativa de vida da população aumenta ano a ano, segundo estudos da OMS entre 1990 e 2012 o aumento da média de vida mundial foi de 6 anos, embora os dados sejam animadores trazem consigo muitos desafios no que tange a saúde das pessoas. Dentro deste contexto podemos citar as doenças relacionadas a visão, chegar aos 70,80,90 anos ou mais, tem suas implicações, todos queremos chegar nessa fase da vida desfrutando de uma boa saúde e isso inclui nossa visão, isso porque 80% de nossa interação com o mundo externo se dá para pela visão.

Algumas doenças estão diretamente ligadas ao avanço da idade uma delas é a Degeneração Macular Relacionada a Idade  – DMRI, essa doença é causada pelo depósito de restos celulares no fundo do olho e é responsável por causar cegueira em pessoas com mais de 50 anos de idade, veja mais sobre DMRI.

Nos últimos anos um tratamento para alguns tipos de DMRI vem tornando-se uma das principais armas da medicina para enfrentar o avanço dessa doença, são conhecidas como injeção intra-vítrea de medicamentos anti-VEGF, este tipo de tratamento medicamentoso tem obtidos excelentes resultados para os pacientes, porque em muitos casos além de conter o avanço da DMRI é possível ter significativa melhora da visão.

O Dr. João Guilherme de Moraes explica que o tratamento é muito eficaz e vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil, antigamente o acesso era muito restrito, porém em 2010 o governo publicou uma lei que obriga os planos de saúde a oferecerem este tipo de tratamento para os pacientes, auxiliando milhões de pessoas a ter a possibilidade de tratar a DMRI e outras doenças.

A injeção-intra vítrea nada mais do que a aplicação de um medicamento diretamente na região afetada, aumentando as chances e o efeito do tratamento, os medicamentos Anti-VEGF são importante porque conseguem conter o avanço da DMRI e em muitos casos melhorando a visão do paciente nos contas Dr. João Guilherme de Moraes

O Centro de Retina Curitiba localizado na rua Bispo Dom José nº 271 disponibiliza este tipo de tratamento e já beneficiou mais de 600 pacientes, com muito sucesso na sua recuperação.

Os medicamentos Anti-VEGF são muitos eficazes e centenas de estudos no Brasil, Europa e EUA vem comprovando seus resultados, o paciente pode ficar tranqüilo quando busca o tratamento porque a equipe da Retina Curitiba é amplamente treinada, participando constantemente de congressos, cursos, especializações, nacionais e internacionais para aprimorar a técnica, diz o Dr. João Guilherme de Moraes.

15 mar 2014

Mais de 20 mil pessoas podem ter Degeneração Macular em Curitiba

Segundo dados da OMS cerca de 10% das pessoas com mais de 65 anos no Brasil podem ser vitimas da DMRI – Degeneração Macular Relacionada à Idade, em pessoas com idade acima de 75 anos esse percentual aumenta para 30% dos casos, que em Curitiba totaliza 23 mil pessoas aproximadamente.

A Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) é uma das principais causas de cegueira irreversível no Ocidente e acomete pessoas acima de 60 anos de idade. A Doença afeta diretamente a Mácula região central e mais importante da Retina, que é responsável pela captação de imagens que permitem as pessoas enxergar tudo que esta a sua frente, além de possibilitar a visão de cores.

A doença é silenciosa, pois avança lentamente e quando o paciente percebe a perda visual causada pela DMRI o estágio pode estar avançado, e isso depende muito de cada caso, explica o Dr. João Guilherme de Moraes especialista em retina e membro Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo (SBRV).

Degeneração macular relacionada a idade

O tratamento da DMRI quando diagnosticada pode ser feito com medicações aplicadas no olho ou tratamentos com cirurgia a laser, os resultados são melhores quanto mais cedo for o diagnostico, por isso é muito importante o acompanhamento com um oftalmologista de confiança, o profissional que é especialista neste tipo de doença é conhecido como Retinólogo, uma formação especifica do médico oftalmologista para tratamento de doenças do fundo do olho, nos conta a médica retinóloga Dra. Camila Winckler.

DMRI

O Dr. João Guilherme de Moraes conta que a DMRI pode ser causada por vários fatores, como genética, metabólicos e ambientais, sabe-se que a exposição excessiva a radiação solar pode estar associado ao desenvolvimento da doença, mas não é o único fator desencadeante, pessoas de pele e Iris mais claras também podem estar mais sujeitas a DMRI, salienta ainda que uma alimentação rica em gorduras fazem parte do quadro de pessoas com a doença. Portanto é regra de ouro sempre será uma vida saudável com alimentação equilibrada e pratica de exercícios físicos. Tal atitude pode evitar essa e outras doenças e melhorar a qualidade de vida de qualquer individuo.

Aplicação da injeção intravítrea
Aplicação da injeção intravítrea
Call Now Button