Home Uncategorized Você já ouviu falar de deslocamento de retina?

Você já ouviu falar de deslocamento de retina?

29
0
retina curitiba descolamento de retina

Descolamento de Retina é uma doença que acomete aproximadamente 20 mil pessoas por ano no Brasil, o deslocamento ocorre quando a retina se desprende da parede do globo ocular.

A retina tem espessura muito fina e sensível e é responsável por registrar o reflexo dos objetos transformando em estímulo nervoso, que é enviado para o cérebro e são traduzidos em imagens.

Existem três tipos de deslocamento: o deslocamento rematogênico (com ruptura da retina), o descolamento tradicional e o descolamento de retina seroso. O deslocamento rematogênico é o mais comum e dentre os fatores de risco podemos destacar:

  • Alto grau de miopia;
  • Cirurgia de catarata anterior;
  • Glaucoma;
  • Trauma nos olhos ou face;
  • Processos inflamatórios;
  • Histórico familiar da doença.

O deslocamento da retina é indolor, os sinais envolvem pequenas alterações na visão, como as moscas volantes que são pequenas manchas escuras e irregulares, flashes de luz, sombras ou borrões e podendo levar até mesmo a perda parcial da visão.

Diagnóstico do descolamento de retina

O diagnóstico do descolamento de retina é realizado a partir de exame de mapeamento de retina ou ultrassom ocular, exame de fundo de olho.

Tratamento em Curitiba

O centro de retina Curitiba dispõe de toda a estrutura para o tratamento do deslocamento da retina, desde seu diagnóstico, os exames e cirurgia, o tipo de tratamento para o deslocamento de retina depende da gravidade e da extensão do caso de deslocamento.

Em casos em que não houve infiltração no espaço entre a retina e o globo ocular, a fotocoagulação com laser e criopexia podem ser efetivos no tratamento.

Já nos casos cirúrgicos a Retina Curitiba conta com profissionais especializados em retina como o Dr. João Guilherme de Moraes, especialista em retina.

Especialista em descolamento de retina

A Retina Curitiba dispõe das seguintes opções de cirurgia, que são necessárias em casos mais graves do deslocamento de retina: Retinopatia pneumática, Retinopexia e Vitrectomia, na grande maioria dos casos apenas uma intervenção cirúrgica é suficiente para reverter o quadro de deslocamento. Em outros casos são necessários mais procedimentos para obter um resultado melhor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor insira seu nome aqui